web analytics

O Plano Nacional de Saúde 2011-2016  tem como visão “Maximizar os ganhos em saúde da população através do alinhamento e integração de esforços sustentados de todos os sectores da sociedade, com foco no acesso, qualidade, políticas saudáveis e cidadania”.

Nas várias fases de construção do PNS 2011-2016, o Alto Comissariado da Saúde (ACS) irá solicitar e procurar diferente informação nos comentários que qualquer um de nós poderá dar na área especificamente criada para esse efeito.

Na fase inicial do processo, que decorrerá até ao fim do dia de hoje, 28 de Maio, estão a realizar um levantamento de expectativas, identificação de ganhos em saúde e mecanismos pelos quais o PNS 2011-2016 poderá ser um instrumento útil. O comentário é aberto devendo-se, no entanto, considerar as seguintes questões:

  1. Em que áreas e de que forma se poderão obter ganhos em saúde adicionais, de forma sustentável, para os portugueses?
  2. Que expectativas possui relativamente ao PNS 2011-2016? Como é que este pode ser útil na obtenção de mais valor em saúde?
  3. Como é que o PNS 2011-2016 pode apoiar as instituições e os cidadãos na obtenção de ganhos em saúde, de forma sustentável?
  4. Como é que esses resultados na obtenção de ganhos em saúde podem ser percebidos, medidos e valorizados?

Se por um lado a Sociedade Portuguesa de Saúde Ambiental faz parte da lista das Sociedades Científicas e Outras Associações às quais o ACS terá pedido um contributo, já a Associação Nacional de Saúde Ambiental, à semelhança doutras associações profissionais das áreas das Tecnologias da Saúde, não consta na lista das Associações Profissionais e Sociedades Civis às quais terá sido feito o mesmo pedido. Independentemente disto, todos são livres de particpar.

Sendo o processo de recolha de contributos dinâmico e interactivo, contamos que, caso a sua instituição não conste desta lista e queira participar, contribua através da página e mencione esse mesmo facto.

Face à relevância do assunto, aproveitem até ao fim do dia de hoje para enviarem o vosso contributo (individualmente ou em associação) e serem parte activa no processo de construção do Plano Nacional de Saúde 2011-2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *