web analytics

A mensagem de hoje é, diria eu, uma carta aberta a todos os Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica (TDT), que nos foi remetida pelo colega Sérgio Cardoso enquanto “resposta” às inúmeras mensagens que aqui temos colocado a propósito das jornadas de luta desenvolvidas pelos sindicatos (ver, por exemplo, Greve??… Onde?… Quem?… Quando?…).

Não sendo um texto da nossa responsabilidade, compreendemos perfeitamente o “desabafo” do colega, porquanto reflecte também algumas das nossas preocupações.

Colegas TDT
Se os TDT, continuarem a persistir no caminho: do “deixa andar”, do “desleixo”, do “desinteresse pelas questões Profissionais e de Carreira”, de “não combaterem por uma carreira digna, de acordo com as suas habilitações e competências técnicas”  e de continuarem a “viver no mundo imaginário e surreal”… Então, só irá realmente restar a extinção dos TDT e se isso ocorrer irá afectar-nos a todos e a todos mesmo.
É verdade que se vivem tempos difíceis e conturbados que nada favorecem as nossas revindicações, mas “baixar os braços”, nesta altura, é assumir uma derrota, sem luta. Se por ventura, formos derrotados, então deverá ser com esforço e sem peso na consciência que nada fizemos para alterar o rumo.
Lembrem-se, se nós não lutarmos por nós mesmos, ninguém o fará por nós, mantenhamos pelo menos a nossa honra, dignidade e brio profissional
COLEGAS TDT, temos que nos unir e assumirmos que a luta é de todos e para todos (não deverá estar a cargo só de alguns)…
Sejamos unidos e lutemos todos em conjunto… Abaixo o amorfismo e o comodismo dos TDT!
Sempre TDT, Saúde Ambiental
Sérgio Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *