web analytics

No Dia Internacional das Eco-Escolas que se comemorou ontem, dia 7 de novembro, os estudantes do curso de licenciatura em Saúde Ambiental da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL), foram um exemplo de cidadania, fruto de uma atividade enquadrada no Programa Eco-Escolas (Eco-Escola ESTeSL).

Sem qualquer vínculo ao movimento Portugal sem Beatas, mas com fortes probabilidades de se virem a criar eventuais parcerias, os estudantes do 2.º ano de Saúde Ambiental saíram à rua e em apenas uma hora, no percurso entre a ESTeSL e a Gare do Oriente (cerca de 900m),  recolheram milhares de pontas de cigarros.

Esta foi uma atividade que contou ainda com a participação de estudantes do curso de Cardiopneumologia e de Radioterapia que no fim do percurso fizeram a avaliação do monóxido de carbono do ar expirado aos transeuntes (fumadores) que quiseram participar nesta iniciativa e uma ação de sensibilização associada à prevenção das patologias relacionadas com o consumo de tabaco, respetivamente.

Na fotografia, da esquerda para a direita: Joana Batista, Márcia Raposo, Sofia Simões, Inês Costinha, Ana Monteiro, Cátia Figueiredo, Daniela Fernandes, Filipa Figueiredo, Paloma Moura, Raquel Cristina Direitinho e Vera Roseiro (com a participação ainda de Ana Ferreira e Vítor Manteigas).

E assim se deixa evidente, para aqueles que ainda teriam dúvidas, que os estudantes de Saúde Ambiental são exemplo de cidadania.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *