web analytics

No passado dia 18 de janeiro de 2013, foram publicadas duas portarias que a propósito do tema desta mensagem se revestem de especial relevância. Estamos a falar da Portaria n.º 18/2013, que regulamenta o Programa de Estágios Profissionais na Administração Central do Estado (PEPAC). Esta portaria foi precedida pela Portaria n.º 17/2013, que fixa o número máximo de estagiários a selecionar anualmente e estabelece os prazos de candidaturas para o PEPAC.

Ao lerem os diplomas certamente irão vislumbrar oportunidades que não podem ser negligênciadas. Nós, para já, identificamos a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e a Administração Regional de Saúde do Alentejo como organismos passíveis de virem a ser objeto da vossa atenção.

Mais de 1.900 jovens licenciados vão poder fazer estágios na administração pública central a partir de maio, no âmbito de uma iniciativa governamental cujas candidaturas se iniciam na segunda-feira.

De acordo com um comunicado da Direção-Geral da Qualificação dos Trabalhadores da Administração Pública (INA), 1.905 jovens licenciados, até aos 30 anos, podem candidatar-se ao Programa de Estágios Profissionais na Administração Pública Central (PEPAC), entre 28 de janeiro a 08 de fevereiro de 2013.

O PEPAC é uma iniciativa inserida no Programa de incentivo ao emprego «Impulso Jovem», é organizado e gerido pelo INA e «os estágios visam proporcionar uma experiência profissional em contexto real de trabalho», adianta a Lusa.

Podem candidatar-se ao PEPAC jovens à procura do primeiro emprego, desempregados à procura de novo emprego ou ativos à procura de emprego correspondente à sua área de formação e nível de qualificação.

Os jovens selecionados receberão uma bolsa de estágio correspondente a 1,65 vezes o Indexante de Apoios Sociais (IAS), no valor de 691,71 euros mensais, e o subsídio diário de refeição atribuído aos trabalhadores da Administração Pública.

Os estágios, com a duração de 12 meses, iniciam-se a 3 de maio e vão decorrer em serviços da Administração Pública Central, localizados em todas as capitais de distrito e regiões autónomas.

Os jovens estagiários irão ser colocados, nomeadamente, em departamentos da PSP, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, Ministério da Agricultura, Ministério da Economia, Instituto de Meteorologia e em vários estabelecimentos de ensino superior.

Vão desempenhar funções nas áreas da arquitetura e urbanismo, na gestão e administração, na informática, na construção e engenharia civil, direito, marketing e publicidade e estatística, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *