web analytics

Hoje apresentamos-vos Brigite Salvado, pseudónimo de Vera Dinis, escolhido para a publicação do seu primeiro trabalho, fora do âmbito da sua carreira profissional – um livro de poesia.

Técnica de Saúde Ambiental de formação académica, escolheu a área das Ciências seguindo a razão, embora Letras tivesse sido a área de amor-secreto que decidiu abdicar. Aos 33 anos ressuscita o gosto adormecido pela poesia e publica Vai e Vem, um livro que aborda um “género” de amor diferente, tão fora dos padrões que a autora intitula-o de alienígena.

Em Vai e Vem o leitor é transportado para um cenário cósmico e idílico, em que estrelas, satélites e foguetões constituem a evasão proporcionada por este sentimento. Este que é um amor “vai e vem”, porque não sabe se fica ou se vai, se existe ou desiste, se cresce ou esmorece. Neste contexto, não há porém um promontório de dor e desilusão, mas antes uma aceitação da ilusão criada e uma tentativa de transformação interior pela pureza e limpidez que este género de amor induz na vida.

"Vai e Vem" de Brigite Salvado

Para os leitores que gostariam de incluir na sua biblioteca esta obra de “Brigite Salvado”, licenciada em Saúde Ambiental pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL), temos agora um pequeno desafio para vos propor, que poderá culminar na oferta de um exemplar autografado pela autora. Os interessados apenas terão que ir até à nossa página de fãs e partilhar a fotografia deste desafio. Na partilha, usem a imaginação escrevendo uma frase que inclua as palavras “Vai e Vem”, “Saúde Ambiental” e “Futuro”. Para terminar o processo basta apenas gostar do livro Vai e Vem. Este desafio irá manter-se até ao último dia de agosto e o vencedor será aquele que tiver mais gostos na partilha que fizer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *