web analytics

No âmbito da unidade curricular de Saúde Ambiental, os estudantes do primeiro ano do curso de licenciatura em Saúde Ambiental da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL), desenvolveram um trabalho que passou pela determinação da Pegada Ecológica individual de todos os elementos da turma, com recurso a uma calculadora online. Posteriormente cada um dos estudantes apresentou a sua Pegada Ecológica, justificando os resultados obtidos para cada uma das dimensões que a caracterizam (habitação, energia, climatização, higiene, eletrodomésticos, alimentação, “lixo” e transportes).

Os valores médios obtidos para o cálculo individual da Pegada Ecológica de cada um dos estudantes corresponderam à emissão anual de 7,5ToCO2e, sendo que se todos tivessem os mesmos hábitos de consumo, seriam precisas 2,5 Terras para garantir a sobrevivência do Homem. Em termos médios, e promovendo a adoção de boas práticas ambientais, cada um poderia garantir uma poupança anual na ordem dos 6000€, o que corresponde a aproxidamente 1900€, só naquilo que diz respeito aos consumos energéticos. Para a totalidade dos estudantes do 1.º Ano de Saúde Ambiental, estimou-se uma poupança de cerca de 62000€ associados à iluminação, à climatização, e à utilização dos diversos equipamentos elétricos e eletrónicos.

Com base neste trabalho, e de forma a garantir a sua participação no desafio Eco-Repórter da Energia 2013 (desafio que visa a motivação para a realização de trabalhos de reportagem, com recurso  a um conjunto de investigações locais em torno da eficácia e eficiência com que a energia é utilizada), os estudantes criaram então o guião para uma pequena reportagem, assumiram o papel de Eco-Repórter da Energia, assim como de entrevistados, desenvolvendo alguns dos conceitos desenvolvidos e aludindo a alguns dos resultados obtidos, nomeadamente: (i) Conceito de Pegada Ecológica; (ii) Pegada Ecológica de Portugal; (iii) O papel das Instituições de Ensino Superior na construção de um futuro sustentável; (iv) Importância do cálculo da Pegada Ecológica e suas conclusões; e (v) Boas práticas ambientais e repercussão nos consumos energéticos na ESTeSL.

A notícia que entretanto surgiu na madrugada do dia de hoje, dá conta de que esta vídeo-reportagem foi a vencedora da edição deste ano do desafio Eco-Repórter da Energia. Este trabalho foi escolhido a nível nacional, de entre mais de 30 reportagens a concurso e onde os critérios de avaliação eram a qualidade, a criatividade/originalidade, as caraterísticas técnicas, a investigação e envolvimento dos alunos e a articulação com os temas propostos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *