web analytics

Este ano, e apesar da situação pandémica, o Concurso Nacional Jovens Repórteres para o Ambiente (JRA 2020) recebeu 219 trabalhos, distribuídos por 6 categorias distintas: artigo, fotografia, fotocampanha, videorreportagem, vídeo-campanha e podcast.

Todos os trabalhos foram avaliados por um júri, responsável pelo apuramento dos melhores trabalhos, composto por Jornalistas (Observador| Vera Novais, Público| Vera Moutinho), Jorge Neves (APA), Rui Queirós (ICNF), Filipa Coutinho (National Geographic), Carla Silva (SRA), Helena Gil (DGE), Fotógrafo (José Figueiras), Inês Mendes (ADENE), Sílvia Carapeto (JRA Alumni) e pela ABAE.

Apesar de todos os constrangimentos, e tal como vem sendo hábito, a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) também participou, submetendo trabalhos realizados no âmbito das unidades curriculares de Saúde Ambiental e de Gestão de Resíduos do curso de licenciatura em Saúde Ambiental. Infelizmente, e apesar de todos os esforços, ainda não nos foi possível envolver outros estudantes que concretizem de facto alguns dos trabalhos que idealizam. Este ano, para além do podcastSaúde Ambiental em linha!…“, a ESTeSL submeteu 12 trabalhos, sujeitando a concurso dois artigos, uma vídeo-campanha, uma fotorreportagem (fotografia) e o podcast que inclui 6 episódios. Este ano, na sequência do confinamento, não nos foi possível produzir videorreportagens.

Foi com grande satisfação que entretanto recebemos a notícia dos resultados do concurso nacional, onde a ESTeSL acabou por merecer alguns destaques.

Na categoria de artigo alcançou o primeiro lugar (Ex-aequo) com o artigo Aeroporto Humberto Delgado: a poluição que não se vê, por Ana Carolina Barata, Joana Lobão, Mariana Rosa e Rita Prôa (1.º ano de Saúde Ambiental) e Novo vírus, novos resíduos: a mudança na saúde, na sociedade e na produção de resíduos, por Ana Santos, Joana Ramos, Mariana Neves e Sérgio Santos (2.º ano de Saúde Ambiental).

Na categoria de fotografia, a ESTeSL foi também 1.ª classificada com o trabalho Um  Mar de Redes!, por Diana Narciso, Catarina Carvalho e Inês Andrade (2.º ano de Saúde Ambiental).

O trabalho A nossa sobrevivência só depende de nós!, por Jailsa Sanca, Leonardo Miranda, Márcia Pereira e Rodrigo Jorge (1.º Ano de Saúde Ambiental) foi um trabalho realizado exclusivamente por animação, e que acabou por atingir o 2.º lugar na categoria de vídeo-campanha.

Também o episódio Não lixes! #5  O contributo de Maria Granel, por Ana Santos, Andreia Coelho e Rita Relvas, produzido por toda a turma do 2.º ano de Saúde Ambiental, alcançou o 2.º lugar na categoria de podcast.

Apesar de todos os constrangimentos, este foi, mais uma vez, um ano com excelentes resultados para a ESTeSL, fruto do trabalho de mérito dos estudantes de Saúde Ambiental. Muitos parabéns a todos os estudantes que aceitaram este desafio e que, independentemente dos resultados alcançados, fizeram trabalhos excelentes que podem ser consultados na plataforma Jovens Repórteres para o Ambiente.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *