De acordo com a última informação disponibilizada no Portal do Ministério da Educação (Dados e Estatísticas de Cursos Superiores), onde se apresentam dados e estatísticas sobre os cursos de Licenciatura e de Mestrado Integrado ministrados em estabelecimentos de ensino superior portugueses, o curso de licenciatura em Saúde Ambiental da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) apresenta resultados invejáveis, com uma taxa de empregabilidade elevada, registando valores associados à taxa de desemprego inferiores aos do ano passado.

Dados estatísticos do Curso de Licenciatura em Saúde Ambiental (ESTeSL), referentes a dezembro de 2015

 

Em relação à taxa de desemprego evidenciada para o curso de Saúde Ambiental da ESTeSL (de 3,6%), esta corresponde à taxa de desemprego registada em dezembro de 2015 dos alunos que se diplomaram no curso entre os anos letivos 2010/11 e 2013/14, sendo contabilizados os desempregados registados no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). A taxa de desemprego registado do curso é o quociente entre o número de diplomados do curso no período 2010/11 – 2013/14 que se encontram registados como desempregados no IEFP à data de 31 de dezembro de 2015, e o número total de diplomados do curso no mesmo período. As taxas de desemprego registado do curso (3,6%), da área de educação e formação (15,2%), e do agregado nacional (8,1%), são calculadas pela Direção-Geral do Ensino Superior, tendo em conta os cursos precedentes, conforme o descrito no Despacho de 20 de abril de 2015 do Secretário de Estado do Ensino Superior. Aos dados apresentados, correspondem 84 diplomados, dos quais 3 estavam registado como desempregados no IEFP.

Olhando para os dados disponibilizados (e apenas para esses!), podemos concluir que a taxa de empregabilidade dos recém licenciados em Saúde Ambiental da ESTeSL (entre os anos letivos 2010/11 e 2013/14) é claramente inferior à evidenciada a nível nacional para todos os licenciados em período análogo, assim como para a respetiva área de formação.

Se a empregabilidade for um fator relevante para aqueles que se preparam para concorrer ao ensino superior, então o curso de licenciatura em Saúde Ambiental afiança-se como continuando a ser uma excelente opção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *