web analytics

Homem cristalino, transparente.
Bonito mas indiferente.
Imaginemo-nos transparentes, feitos de cristal.
Perderia o ser, a sua beleza?
Com certeza muito sujeito teria,
Aquele que pela prosa premeia,
Seus pares de prosa vazia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *