web analytics
Hoje, cada vez mais, apela-se à união: união dos povos, união das forças e dos esforços, união das mãos.

Hoje, cada vez mais, se vêem frustradas as tentativas de união. As mãos existem e os dedos possibilitariam o seu entrelaçar, garantindo uma união efectiva. Aparentemente nada resulta. Tentemos unir os pés!!

——————————
Ilustração: Círculo de Felicidade (autor desconhecido – Angola)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *