web analytics

Hoje, alguns dos estudantes do 2.º ano do curso de licenciatura em Saúde Ambiental da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) foram visitar as instalações da Valorsul, nomeadamente a Central de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos (CTRSU), vulgarmente conhecida como “incineradora”, e o Aterro Sanitário de Mato da Cruz (ASMC).

Visita de estudo à Central de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos (CTRSU) e ao Aterro Sanitário de Mato da Cruz (ASMC) da Valorsul

A Valorsul – Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos das Regiões de Lisboa e do Oeste, S.A. é a empresa responsável pelo tratamento e valorização das cerca de 950 mil toneladas de resíduos urbanos produzidos, por ano, em 19 Municípios da Grande Lisboa e da Região Oeste (Alcobaça, Alenquer, Amadora, Arruda dos Vinhos, Azambuja, Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lisboa, Loures, Lourinhã, Nazaré, Óbidos, Odivelas, Peniche, Rio Maior, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras e Vila Franca de Xira) e que esta tarde nos recebeu.

A sua área de intervenção corresponde a menos de 4% da área total do país, mas valoriza mais de um quinto de todo o “lixo doméstico” produzido em Portugal.

Esta enorme quantidade de resíduos é tratada e valorizada pela Valorsul através de um Sistema de Gestão Integrada de Resíduos Urbanos (RU) adequado ao crescimento e à composição do resíduo urbano produzido e que nos foi apresentado, em auditório, pela Eng.ª Ana Paula Penha, da Direção de Estudos, Qualidade e Informação, após uma passagem pela plataforma de descarga de resíduos. Antes ainda de seguirmos viagem para o Aterro Sanitário, fomos recebidos na centro de comando onde estão centralizadas as operações de comando e controlo daquela unidade (ver fotografias).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *