web analytics

Arménio Estorninho, Técnico de Saúde Ambiental já aposentado, que durante anos exerceu funções no Centro de Saúde de Lagoa (Algarve) conta, na primeira pessoa, algumas estórias na qualidade de ex-1.º Cabo Mec Auto Rodas, que participou na guerra colonial na Guiné (em comissão de serviço no Sul da Guiné em 1968/70, em zonas de muita intervenção militar) e pertenceu à CCaç 2381 – “Os Maiorais de Empada”.

Sugiro-vos a leitura do post Guiné 63/74 – P5293: Tabanca Grande (187): Arménio Estorninho, ex-1.º Cabo Mec Auto Rodas da CCAÇ 2381 (Guiné, 1968/70) do blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné.

Uma experiência de vida que muitos colegas (infelizmente?) terão tido. A experiência da guerra.

À laia de nota de rodapé digo-vos que Luís Graça (um dos camaradas da Guiné) é professor auxiliar da Escola Nacional de Saúde Pública e foi o meu orientador da dissertação de mestrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *