web analytics

Vai iniciar-se já no próximo dia 14 de Abril o Ciclo de Debates 2010 “Repensando o desenvolvimento frente ao encontro de Copenhague”.

Esta é uma iniciativa interessante, promovida pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – Secção Rio Grande do SUL (ABES-RS), que vem na senda daqueles que foram os Ciclos de Debates “Repensando o Desenvolvimento frente às Fragilidades Ambientais” e “Repensando o Desenvolvimento frente à Crise Econômica” desenvolvidos nos últimos dois anos.

Este “novo”  Ciclo pretende provocar um repensar sobre como o Homem se apropria do meio-ambiente para desenvolver as suas actividades, os impactes que provoca e suas consequências na qualidade de vida da sociedade. Procura entender as dificuldades actuais de estabelecer o equilíbrio entre as diferentes opções de desenvolvimento sócio-económico e a preservação ambiental e irá alicerçar-se nas perspectivas ambientais face à Conferência de Copenhague (COP15) e tentará dar resposta às seguintes questões:

  • Quais as principais conclusões da COP15?
  • Como o mundo vai enfrentar o desafio de preservar o meio ambiente e continuar se desenvolvendo?
  • Quais os desdobramentos da COP15 sobre as questões ambientais no mundo e no Brasil?
  • Quais suas conseqüências a curto e longo prazo?
  • Qual o posicionamento do bloco dos países desenvolvidos, como os Estados Unidos e dos países em desenvolvimento, como China e Brasil?
  • O que foi adiado para a COP16 no México?

O Ciclo será realizado na Fundação Getúlio Vargas – FGV, Avenida Praia de Belas 1510, Bairro Praia de Belas, Porto Alegre, RS, das 8h30min às 11h. No início de cada encontro, entre 8h30min e 9h, será oferecido um café, proporcionando aos participantes a oportunidade de se conhecerem e de trocarem opiniões de maneira informal. Para os participantes com mais de 75% de presença nas apresentações será fornecido um certificado de participação.

Para os eventuais interessados que nos lêem do Brasil, deixamos a programação do Ciclo de Debates 2010 e o desejo de bons encontros.

  1. 14 de Abril: COP 15 – Avanços, retrocessos e incertezas.
  2. 12 de Maio: Desfiguração da legislação ambiental.
  3. 23 de Junho: Colapso climático iminente: verdade ou ficção?
  4. 11 de Agosto: Cidades sustentáveis: alternativas energéticas e de postura.
  5. 08 de Setembro: COP 15 – Políticas públicas no RS frente à crescente onda de desastres naturais.
  6. 13 de Outubro: Matriz energética: desafios do crescimento econômico.
  7. 10 de Novembro: Perspectivas para o encontro do México (2014) passando por Kioto (1997) e Copenhague (2009).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *