web analytics

Irá realizar-se em Coimbra, na Escola Superior de Tecnologia da Saúde daquela cidade, o Congresso Internacional de Saúde Ambiental, primeiro no nosso país.

Este é um evento que decorrerá de 4 a 6 de Novembro de 2010 e cuja presença julgamos ser de extrema importância.

O Congresso Internacional de Saúde Ambiental pretende assumir-se como um espaço destinado a receber a comunidade técnico-científica e interessados em Saúde Ambiental no contexto nacional e internacional.
Pretende-se promover o confronto de ideias, a partilha de experiências e abordagens, além do desenvolvimento de parcerias por forma a promover a cooperação entre investigadores, técnicos profissionais, decisores e estudantes de diferentes países.

As inscrições a custo reduzido decorrerão até ao dia 10 de Outubro e todos os interessados em submeter resumos para a apresentação de posteres ou comunicações orais, deverão fazê-lo até 1 de Setembro.

No Congresso Internacional de Saúde Ambiental poderão ser apresentados artigos nas diversas áreas ligadas à Saúde Ambiental, nomeadamente, entre outras: Segurança Alimentar; Promoção da saúde e comunidades saudáveis; Saúde Pública; Ambiente e comunidades saudáveis; Qualidade do ar; Qualidade da água; Resíduos; Alterações Climáticas; Prevenção de desastres e resposta à emergência; Saúde Ocupacional, riscos e prevenção de acidentes; Energia; Sustentabilidade; Riscos emergentes; Microbiologia; Educação Ambiental; Ordenamento e Planeamento do Território; Habitat; Biodiversidade; Epidemiologia; Sistemas Integrados de Gestão; Ergonomia; Segurança na Construção Civil; Ética e Responsabilidade Social; Planeamento em Saúde; Inovação; Empreendedorismo na Saúde Ambiental; e Empreendedorismo na saúde, ambiente e segurança.

A vossa presença é importante!

2 thoughts on “Congresso Internacional de Saúde Ambiental”
  1. Olá Ilda.
    O Congresso pretende ser “Internacional de Saúde Ambiental” e não “Internacional de Técnicos de Saúde Ambiental das Unidades de Saúde Pública”. Como certamente saberá, em Portugal há cada vez mais TSA fora das USP, a fazer Saúde Ambiental. Aliás, os TSA das USP fazem cada vez menos Saúde Ambiental, seja lá por que razões.
    Esta poderá ser uma excelente oportunidade, digo eu, de aprendermos com os outros, aquilo que de “diferente” andam a fazer. A mim, que sou suspeito, parece-me importante algo que não seja mais do mesmo e que nos (vos) possibilite algo mais além do trivial e que potencie a diferenciação (urgente!) deste grupo profissional. Não acha colega?

  2. O programa desse Congresso parece-me muito interessante para quem quer aproveitar três dias para relaxar e passear por Coimbra, e no meio disso tudo, ainda se pode dormir um bocadinho durante a apresentação dos temas, dado parecer-me que não vão enriquecer os TSA.

    Infelizmente, opinião semelhante pode ser encontrada no http://tecnologiasdasaude.blogspot.com/ que, tal como eu, preocupa-se com a mensagem que se transmite para fora….

    Vou poupar o dinheiro para um curso ou outro congresso (cujo programa nos permita levá-lo a sério).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *